1/4 de Som
  • Informações da Banda

    1/4 de Som

    1/4 de Som

    1/4 de Som

    De início o nome soa meio estranho mas, nada mais justo que um nome em português para uma banda brasileira, e ¼ representa muito bem o grupo já que o mesmo nasce literalmente dentro de um quarto. Resultado de uma experiência musical, formado em setembro de 2011 o grupo tem como proposta a mistura de sons, evidenciando suas influências e seus pensamentos mais subjetivos. Formada por: Bruno Antonio (teclados, guitarra e voz), Leonardo Loughan (guitarra, baixo e voz), Klaus Krishna (bateria) e Guido Jargões (guitarra, baixo e voz), quatro garotos que tocam suas próprias músicas com influências que vai do rock’n roll passando por uma viajem psicodélica até chegar ao samba, essa é ¼ de som.

    O grupo foi um dos selecionados para a segunda amostra SESC de musica do Tocantins 2011, onde participou de um show com todos os artistas escolhidos e gravou uma faixa do CD do evento que será distribuído em toda a rede SESC do país.

    As musicas que estão nessa pagina fazem parte do seu primeiro EP " Não nos pergunte o que nós tocamos" gravado em fevereiro de 2012, que teve como objetivo gravar como nos anos 60 e 70 buscando uma sonoridade vintage ao estilo tecnológico dos Tempos atuais.

    O resultado foi isso algo que nem mesmo os integrantes da banda quiseram definir...

    1/4 de Som...

    Integrantes:
    Leornardo Loughan (guitarra, baixo,vocal); Bruno Antonio (teclado,guitarra, vocal); Klaus Krishna (bateria) e Guido Jargões (baixo, guitarra, vocal).

    Downloads: Mapa do Palco

    Telefone: (63) 3224 48 48
    E-mail: [email protected]

    Origem: Palmas - to (Brasil)

    Residência: Palmas - to (Brasil)

    Estilo
    Alternativo

    Redes Sociais

  • Biografia

    Nascida na calorosa capital do Tocantins, ¼ de Som é uma banda de rock criada em meados de 2011. A ideia inicial do grupo parte de Bruno Antonio e Leonardo Loughan quando os mesmos, amigos desde a adolescência, se trancam no quarto e começam a compor músicas evidenciando um lado musical que eles não conheciam até então. Um lado "meio bossa nova e rock'n roll" como diria o grande mestre Cazuza.
    Em setembro de 2011 chamam Guido Jargões para compor e tocar juntos, o que dá muito certo tendo em vista que as influências dos três são muito parecidas. Vendo o resultado do que as músicas se transformara, resolvem fazer uma inscrição para a segunda mostra SESC de musica, onde foram selecionados com a música "um quarto" e tocaram com músicos contratados do evento. Após esse acontecimento, na falta de verbas para fazer gravações em estúdio, os três se trancam no quarto novamente para gravar seu primeiro EP nomeado por eles: "não nos pergunte o que nós tocamos" que remete a ideia de não existir um estilo definido para suas canções, já que as mesmas passam pelo samba e pelo rock numa mistura diferenciada do que já tinha sido vista até então. Essa gravação feita de forma caseira, abre as portas para a entrada dos garotos em festivais importantes para o âmbito do rock no Estado do Tocantins, assim vem a necessidade de completar a banda com mais um integrante.
    Apesar da banda está basicamente formada e com a ideia já amadurecida, ainda faltava um elemento muito importante para a música deles, uma bateria. Então quando foram convidados para tocar na Terceira conferência municipal de cultura, Guido chama Klaus Krishna para tocar no evento como baterista. A química entre os quatro dá certo e Klaus é chamado para fazer parte da banda como um integrante oficial. Até então a banda segue tocando em festivais como: Agosto de Rock em Miracema Tocantins, PMW e TOME (Tocantins musica expressa) na capital.

  • Músicas

  • Vídeo