Calango Brabo
  • Quem Somos

    Calango Brabo

    A banda Calango Brabo apresenta seu som eletrizante que faz uma mistura de música regional brasileira com pitadas de rock’n’roll.

    Música regional, folclore e o som apimentado do bom e velho rock’n’roll. Ingredientes importantes os quais deram origem à banda Calango Brabo, que traz em seu tempero inovador a mistura de poesia, ritmo e técnica.

    A ideia de levar ao mundo elementos regionais da música brasileira com uma roupagem contemporânea surgiu em 2006, quando o músico Daniel Ruberti notou que poderia mesclar sua experiência em trabalhar com artistas do gênero e grupos de percussão, com suas influências musicais, originando uma nova concepção sonora.

    A percussão brasileira, adicionada ao mix de bateria regional com o peso do rock, mais o contrabaixo técnico e swingado, dáliga às composições únicas e vibrantes que ficam ainda mais saborosas acrescidas de timbres de guitarra com efeito de overdrive, os quais substituem a sanfona do forró e do baião. O próprio nome “Calango Brabo” sugere essa fusão que ressignifica a cultura de raiz, apresentando linguagem moderna, sem descaracterizar seu sotaque regional. Calango - espécie de lagarto típico das regiões secas, como o sertão nordestino – e “brabo”, termo que remete ao som agressivo dos instrumentos utilizados pelo grupo.

    O Calango Brabo também é a única banda na América Latina a usar Guitarras Siamesas no palco, inovando a música brasileira. A banda tem se apresentado nos últimos anos na Virada Cultural Paulista, teatros, aniversários de cidades, abertura de jogos na Copa, programas de Tv aberta na Globo, Band e outras emissoras além de ser foco para cobertura de vários jornais.

    Daniel Ruberti, músico paulistano, deu início à construção do projeto em 2006, quando começou a fundir técnicas de guitarra e uma linguagem musical popular à música de raiz brasileira, inspirando-se na experiência adquirida com o trabalho e viagens que fez durante alguns anos com o violeiro Almir Sater, onde foi intenso o contato com músicos do gênero.

    As primeiras experiências foram gravadas em 2007 onde clássicos da música regional como Disparada, de Geraldo Vandré e Lamento Sertanejo, de Dominguinhos ganharam uma nova roupagem acrescida de guitarras distorcidas e elementos modernos da música popular.

    Foi consolidada então a primeira formação da banda, composta de Bateria, Percussão, Contrabaixo e Guitarra, formação característica de uma banda de rock, mas executando grandes clássicos da música regional brasileira.

    Nos primeiros meses a banda já apresentava esse trabalho inovador em teatros e feiras culturais no estado de São Paulo ao lado de artistas consagrados como Leci Brandão, Circulado de Fulô, Cordel do Fogo Encantado e outros artistas de peso que compunham o cenário da época.

    Nesse mesmo período foram compostas as primeiras músicas autorais fundindo rock com sotaque regional, apresentando a poesia como temática principal nas letras.

    Nos palcos, surgiu como marca da banda a utilização da única Double Guitar (Guitarras Siamesas) da América Latina executada pelo guitarrista e idealizador do projeto, Daniel Rubeti, onde são exploradas sonoridades e performances nunca apresentadas antes.

    Em 2009 foi lançado o primeiro CD inteiramente autoral com 12 faixas consolidando essa nova concepção musical proveniente da fusão de ritmos utilizada pela banda.
    Nesse CD fica clara a predominância do baião, maracatu, maculelê, côco e forró, sobrepostos pelas guitarras e bateria presentes no rock, pop e reggae.

    Foram utilizados inúmeros instrumentos de percussão tipicamente brasileiros para manter o sotaque da música regional junto a instrumentos contemporâneos que somados solidificaram um novo estilo e forma de fazer música.

    A banda passou a participar intensamente do circuito de festas juninas e feiras culturais na cidade de São Paulo, disseminando essa nova concepção musical para um grande número de espectadores, criando um público numeroso no decorrer das apresentações.

    A banda intensificou seu trabalho abrangendo um grande público dentro das universidades no estado de São Paulo fazendo apresentações dentro das unidades, e participando do festival de música da universidade São Judas como a banda mais votada na internet para o festival.

    A partir e 2012, a banda se tornou alvo das mídias sociais participando de vários programas de rádio e tv, além dos inúmeros web programas na internet, revistas e jornais do ramo musical e artístico. Dentre eles se destacam o programa Esquina da Cultura, Jam Session da Jovem Pan, Petrucio Melo Show na Rede Brasil de Televisão, Revista Tititi, Jornais da Band, cobertura da Rede Globo, Programa Pânico na Band, Revista Souza Lima, vários jornais no Paraná e Santa Catarina, jornais de grande circulação no estado de São Paulo e inúmeros veículos na internet.

    Em 2013 foi concluído mais um CD inteiramente autoral com um encarte todo feito em arte de cordel em cores vivas, caracterizando um estilo de arte visual tradicional da região do nordeste brasileiro mas com a presença das cores vivas, dando um efeito semelhante ao efeito sonoro proposto pela banda.
    O lançamento do CD foi realizado no Teatro Juca Chaves, na cidade de São Paulo, acrescentando ao show convencional, figurinos, cenário e um enredo que acabam transformando a apresentação em um espetáculo visual e sonoro performático.

    A partir de 2014 a banda Calango Brabo começou a se apresentar em eventos de grande porte no território brasileiro, dividindo o palco com artistas renomados como Almir Sater, Thaeme e Thiago, Lucas Lucco, Planta e Raiz, Virada Cultural Pulistana, FIFA Fan Fest, Teatros, SESCs, e outros festivais de grande visualização nos estados de São Paulo, Paraná e Santa Catarina.

    Além da proposta de entretenimento, o trabalho da banda tem também como objetivo o resgate da música regional brasileira, apresentada com uma roupagem moderna para abranger público de diferentes faixas etárias e de diferentes classes sociais, transformando aquilo que há de mais rico na música brasileira em um som popular e acessível a qualquer público, agregado à presença de palco e performances características e unicamente executadas pela banda Calango Brabo.

    Integrantes:
    Daniel Ruberti - Voz e Guitarra
    Rafael Moreira - Contrabaixo
    Marcos Miranda - Bateria
    André Gonçalves - Percussão e Voz

    Downloads: Mapa do Palco Rider

    Origem: São Paulo - sp (Brasil)

    Estilo
    Rock do Sertão, Baião Rock, Rock Nordestino, Forróck, Rock do Agreste etc...

    Redes Sociais

  • Músicas

  • Fotos

    ica_5853-526325bb86cbf.jpg ica_5914-526326526e4ff.jpg feira-de-arte-e-cultura-da-lapa-04-526326fd9914c.jpg 1000749_599837666727568_1678337077_n-526328b3dacf6.jpg 970622_599837510060917_1883641700_n-52632895ec86e.jpg 988674_599837766727558_1811838138_n-52632954db1b4.jpg andre-531013f7eeecc.jpg andre-dani-mascara-53101418d3c2d.jpg andre-dani-53101406cbcbd.jpg double-2-531014661542a.jpg dani-japa-5310145293d06.jpg double-531014591e360.jpg
  • Vídeos

  • Entrevistas

  • Sites

    www.calangobrabo.com.br
  • Contatos

    Calango Brabo

    Calango Brabo

    Telefone: 11 9 9419-4507 / 9 7274-1425
    E-mail: [email protected]